A falsificação de produtos agrotóxicos é um problema crescente. O alto volume de produtos falsificados conduz à uma vasta gama de efeitos em detrimento da indústria, dos produtores, das economias nacionais e do medo ambiente.

 
O impacto negativo dos pesticidas falsificados inclui:

  1. Riscos econômicos ao produtor, perda potencial da colheita devido ao uso ineficaz do produto falsificado.
  2. Obstrução de investimento, de emprego, de transferência tecnológica e das utilidades provenientes dos impostos.
  3. O uso de pesticidas ilegais pode ocasionar efeitos negativos sérios para a saúde humana e ao meio ambiente, pois os produtos falsificados não são aprovados, nem são submetidos a processos de avaliação antes de que a sua comercialização em um país seja aprovada, enquanto que os produtos legais são aprovados extensamente, antes de ser autorizados, devido aos requisitos estritos que devem cumprir.
  4. O risco de que as agroexportações sejam proibidas devido ao uso de pesticidas falsificados que obstruem o comércio.


E finalmente, o efeito dos produtos falsificados ocasiona que as empresas que desenvolvem produtos agrotóxicos se desanimem em investir quantidades importantes de tempo e de dinheiro para desenvolver novas tecnologias que possam ajudar a garantir a segurança alimentar mundial. Além disso, a natureza defeituosa dos pesticidas falsificados põe em risco a saúde e a segurança dos trabalhadores e cria sérios perigos ao ambiente.

A Industria de Produtos para a Proteção de Cultivos está comprometida com a inovação e o fornecimento de produtos altamente regulados aos produtores em todo o mundo e, portanto, com o aumento da segurança alimentar.

A fiscalização melhorada realizada pela polícia, pela alfandega e pelas autoridades na implementação e no cumprimento dos direitos da propriedade intelectual, e por uma maior transparência no comércio internacional de pesticidas é essencial para manter o incentivo de inovar e garantir que os produtos comercializados sejam utilizados de maneira segura e responsável. 

 

Fonte: CropLife International 

 

Documentos e links recomendados:

 

https://croplife.org/crop-protection/anti-counterfeiting/ 

 

- Consulte sobre o Programa contra os Defensivos Ilegais no Brasil liderada por SINDIVEG:

  http://sindiveg.org.br/defensivos-ilegais/