1.346 toneladas de pesticidas ilegais apreendidos durante a Operação Silver Axe

 

Comercio Ilegal Plaguicidas 

Junho, 2020

Durante os primeiros quatro meses do ano, foi realizada a quinta edição da operação Silver Axe, coordenada pela Europol e mais de 30 países, incluindo a Colômbia, como o único país da América Latina. A operação, que visa acabar com a falsificação e o comércio ilegal de pesticidas, conseguiu apreender 1.346 toneladas de pesticidas ilegais, o equivalente a 458 piscinas olímpicas de produtos.

A coordenação entre países, Europol e agências como a Associação Europeia de Proteção de Cultivos (ECPA), o Organismo Europeu de Luta Antifraude (OLAF), o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO), e CropLife International, entre outros, conseguiu que as autoridades pudessem efetuar a inspeção das fronteiras marítimas e terrestres, os comerciantes e os mercados locais. A colaboração internacional entre os setores público e privado e os envolvidos em toda a cadeia, desde a fabricação até o descarte de embalagens, permitiu o sucesso da operação.

Leia mais: Definição e consequências do comércio ilegal de pesticidas

Os pesticidas ilegais e falsificados representam um risco para a saúde e o meio ambiente, pois não atendem ao rigoroso padrão de pesquisa, desenvolvimento e avaliação que se aplica aos produtos legais. Além disso, podem gerar grandes perdas para os agricultores, devido à sua ineficácia na proteção das culturas ou devido aos danos que podem causar a elas.

A operação Silver Axe é um sucesso em meio a esforços tímidos para combater o comércio ilegal. Apesar do fato de que a comercialização de produtos ilegais, falsificados ou adulterados ser um crime, há uma notória ausência de intervenção e sanção para os grupos que operam na região. Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), aproximadamente 10% do comércio de agroquímicos é ilegal, embora outros calculem que esse número possa ser maior. Devido à grande lucratividade que o comércio ilegal de pesticidas traz, nos últimos anos o número de quadrilhas criminosas cresceu na região, principalmente na Tríplice Fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina).

Artigo relacionado: No gigante agrícola do Brasil, um perigo crescente: o comércio ilegal de pesticidas

A OCDE apela a toda a cadeia de produção para cooperar na identificação dos pesticidas ilegais. Entre as melhores práticas, estão o conhecimento da origem dos pesticidas e de seus fabricantes, a realização de inspeções direcionadas das embalagens, rótulos e registros de vendas, o treinamento de distribuidores e agricultores para identificar produtos falsificados e a defesa da tríplice lavagem e punção dos recipientes vazios de pesticidas. 

 

Fontes:

https://www.europol.europa.eu/newsroom/news/record-number-of-1-346-tonnes-of-illegal-pesticides-taken-market-in-2020-global-operation-silver-axe

https://euobserver.com/environment/148489

https://www.efeagro.com/noticia/espana-colombia-incautacion-pesticidas/